Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Hotel Tryp organizou para nós bloggers umas atividades bem simpáticas, entre elas, um workshop com a marca Mary Kay e um outro de sushi, dos quais vos irei falar neste post.

 

O workshop de maquilhagem da Mary Kay foi o workshop com o qual estava com maiores expectativas, uma vez que era na área da maquilhagem e eu queria conhecer melhor a marca Mary Kay.

plografia.JPG

O workshop desenvolveu-se numa extensa e completa sessão de como limpar o rosto diariamente, como colocar os cremes, que tipo de cremes devemos usar, qual a diferença entre os vários cremes de rosto, como escolher a maquilhagem, tudo isto, ao mesmo tempo que nos eram apresentados e colocados os vários produtos correspondentes ao nosso tipo de pele.

 

Até aqui, tudo bem, gostei da maneira como foram abordados os vários assuntos e da profundidade dada a cada assunto. Ao contrário do que estava à espera, senti que a sessão não foi nada comercial e toda a gente se sentiu à vontade para fazer perguntas sobre o assunto.

 

Das duas meninas que se encontravam na sessão, apenas uma estava a explicar, sendo extremamente simpática e prestável, a outra colaboradora não abria a boca e estava com cara de que não queria estar ali, o que achei pouco profissional da parte dela.

 

fotografia 1-1.JPG

 

Uma outra coisa que eu não gostei da maneira pouco higiénica como nos foram apresentados os produtos. Notei que os pincéis de maquilhagem que estavam na mesa, os quais iríamos utilizar, estavam mal limpos (se é que estavam limpos) e muito gastos, para aplicar produtos como o blush, todas utilizámos o mesmo pincel, alguns dos cremes foram-nos dados através de contacto com a mão da menina, o rimmel e os lipglosses não possuiam aplicadores descartáveis.

 

Estes são pormenores pequenos talvez, mas que para mim, fazem a diferença.

 

Durante a sessão Mary Kay consegui testar alguns produtos deles, gostei das bases que são extremamente fluídas, quase líquidas, espalham bem e possuem uma cobertura média, já as sombras de olhos, apesar de terem cores bonitas e interessantes, pareceram-me com demasiado glitter e são de pouca duração.

 

No dia a seguir ao workshop acordei com o rosto com muitas borbulhas em torno das bochechas, o que poderá ter sido alergia de algum componente da base ou dos cremes colocados. No entanto para quem me segue, já sabe que eu tenho uma pele sensível, portanto se realmente estiverem curiosas em experimentar um produto Mary Kay, penso que o devem fazer.

 

fotografia 2-1.JPG

 

A marca infelizmente não possui lojas físicas, ela trabalha exclusivamente por sessão, ou seja, telefona-se para a marca para combinar uma sessão e uma das colaboradoras irá a casa mostrar os produtos. Este tipo de sistema pode ser incomodativo para algumas pessoas que estão habituadas a ir a um shopping e compram o que querem na hora, mas é uma opção muito interessante para muitas outras, por exemplo para pessoas que possuam mobilidade reduzida, ou que gostem de ter 100% da atenção e ajuda de uma colaboradora da marca.

 

SAM_0723.JPG 

O workshop de sushi foi fantástico! Nunca pensei divertir-me tanto numa aula de sushi! O hotel ofereceu-nos um avental com o nosso nome, e logo demos início ao workshop que foi dado por dois dos chefs do hotel.

 

Foi-nos ensinado a fazer vários tipos de sushi e de sashimi. Não foi tarefa fácil, mas penso que toda a turma se safou bem! ;)

SAM_0724.JPGSAM_0728.JPG

SAM_0729.JPG

SAM_0734.JPG

SAM_0743.JPG

fotoioafia.JPG

 

Todos tivemos a oportunidade de fazer um tipo de sushi e no final de cada ronda, provávamos o sushi que tinha sido feito. Eu que não era nada fã de sushi, posso dizer que fiquei a gostar e agora sei que aprecio mais o tipo de sushi que tem a alga por fora e não por dentro.

 

Aprendi muito sobre esta técnica japonesa, esta que à primeira vista parece um bicho de sete cabeças, mas até que é bastante fácil, só requer um bom professor e um pouco de experiência.

SAM_0747.JPG

 Acabo com uma foto minha na qual exponho todo o meu jeitinho em fazer estas coisas! AHAH! ;D

 

 

publicado às 15:50

Panquecas da Inês Mocho/Fernandes | Receita

por Essência Rosa, em 25.06.14

 

Já não é novidade para quem me segue pelo Instagram, Facebook até mesmo no Twitter, que ando super viciada em panquecas de aveia. Hoje é o dia em que partilho esta experiência com vocês, e claro, a receita ;D

 

Tudo começou quando vi as lindas imagens de panquecas que a maravilhosa blogger Inês Mocho coloca no seu Instagram (por isso é que nomeei este post  Panquecas da Inês Mocho/Fernandes, já que eu também sou Inês só que Fernandes). As lindas imagens puseram-me de água na boca e quis experimentar! Nunca fui amante de panquecas, acho que nunca fiz panquecas em casa, apenas as comi em hotéis e nunca fui grande apreciadora, mas o facto de levarem um dos meus ingredientes favoritos, a canela, convenceu-me.

 

Ao preparar pela primeira vez a receita, torci o nariz, achei que eu não ia gostar daquela misturada toda de ingredientes, o aspeto da mistura era um castanho horroroso. No entanto o resultado final é realmente divino! A explosão de sabores entre a banana, a canela e o mel, renderam-me perante estas deliciosas panquecas que para além de nutritivas, são também muito saudáveis pois não possuem farinha, nem manteiga, nem açúcar na sua composição.   

 

Receita para quatro panquecas:

 

-1 banana (de preferência muito madura, para a textura da panqueca ficar bem suave e o sabor bem docinho)

-1 ovo inteiro

-1 colher de sopa de aveia

-canela q.b.

 

Colocar tudo num recipiente e passar pela varinha mágica. O aspeto final da massa é algo grumoso e castanho, como a imagem abaixo (não se assustem com o aspeto!).

 

 

Depois é só passar cerca de 1/4 da massa por uma frigideira. Um truque extremamente importante aqui, é usar um guardanapo de papel embebido num pouco de azeite e passá-lo sobre o fundo da frigideira antes e depois de cada panqueca. Isto vai ajudar a que não colem ao fundo e seja mais fácil de as retirar sem as quebrar.

 

Para quem goste de adicionar "extras" á panqueca, como sementes de chia, amêndoas, nozes, etc, o que eu faço é polvilhar a massa com elas, assim que a coloco na frigideira. Deste modo, a massa da panqueca que guardo posteriormente no frigorífico não fica alterada e dura mais tempo, e tenho a possibilidade de fazer combinações de sabores das panquecas na hora, de acordo com o que mais me apetece nesse dia. 

 

O lume convém estar brando para não queimar a panqueca e tenham em atenção que as panquecas ficam pretinhas muito rapidamente. Apesar deste facto, uma das vantagens desta panqueca é que mesmo quando um pouco queimada, não sabe a queimado! ;D 

 

 

Depois de cozinhadas é só finalizar colocando mel, fruta e canela a gosto. Eu costumo usar um mel natural de urze-queiró do Marão, o que é portanto um tipo de mel bastante grosso e por vezes torna-se difícil colocá-lo nas panquecas, mas eu acho que pelo sabor compensa. Vocês podem muito bem utilizar o mel que preferirem.

Há quem ainda goste de colocar fruta pelo meio das panquecas e no topo, de maneira a fazer das panquecas uma refeição bem recheada, mas eu prefiro colocar apenas no topo. ;D Deixo-vos então com as minhas fotografias do Instagram.

 

 

 

Gosto muito de fazer estas panquecas para o pequeno-almoço, ou mesmo como complemento ou sobremesa ao almoço/jantar. Como vivo sozinha por vezes fica difícil cozinhar apenas para uma pessoa, e estas panquecas vieram facilitar a minha vida. Faz-se rápido e fica sempre bem! Agora até costumo fazer a massa em duplicado e dá-me para toda a semana. Este tipo de receita é super leve para o verão e o melhor de tudo é que é super saudável e portanto posso comer sem culpa! ;)

 

 

publicado às 15:30

A super-semente que faz emagrecer!

por Essência Rosa, em 20.06.14

 

A semente de chia (Salvia hispanica L.) é um dos superalimentos mais potentes, funcionais e nutritivos do Mundo! Esta super-semente é proveniente do México e é extremamente rica em fibras, antioxidantes, proteínas, vitaminas, minerais e ácidos gordos ómega-3. Contém mais ómega-3 que o salmão, mais antioxidantes que os mirtilos, mais fibras que os flocos integrais, mais potássio que as bananas e mais cálcio do que o leite gordo. 

 

Alguns benefícios desta semente: ajuda a diminuir o colesterol e triglicéridos; equilibra o açúcar no sangue, diminuindo o risco de diabetes e outras doenças cardiovasculares; ajuda na formação óssea; previne o envelhecimento precoce; melhora a imunidade do organismo; regula o funcionamento intestinal; fornece energia; fortalece os músculos; controla a pressão sanguínea.

 

 

Para além do exposto acima, esta semente ajuda no emagrecimento devido a três funcionalidades: sacia, combate a inflamação e desintoxica o organismo.

 

Como a chia é mucilaginosa, ou seja, rica em fibras, ao entrar em contato com a água, forma um “gel” no estômago, desta maneira a digestão torna-se mais lenta, fica-se saciado mais rapidamente e durante um período de tempo mais longo, daí não consumir tantos alimentos. O ômega 3 presente na chia combate a inflamação no organismo gerada pela acumulação de gordura e ajuda a recuperar o controle sobre o apetite. Estas sementes possuem ainda a funcionalidade de limpar o organismo através da regulação do trânsito intestinal, umas vez que são ricas em fibra, desintoxicando o organismo. Desta maneira é possível emagrecer de maneira saudável.

 

 

Se pensam que é difícil introduzir estas sementes na vossa alimentação no dia-a-dia, desenganem-se! As sementes de chia, ao contrário das de linhaça, não precisam ser cozidas ou moídas para se usufruir dos seus nutrientes, ou seja, basta adicioná-las diretamente ao que quer que estejam a comer. 

 

As sementes de chia já fazem parte do meu dia-a-dia cá em casa. Elas não têm sabor nenhum e são de tamanho bem pequenino e por isso torna-se extremamente fácil de as utilizar no dia-a-dia. A medida "ótima" da toma destas sementes é de duas colheres de sopa de chia por dia. Eu faço esta dosagem usando-as em iogurtes e panquecas, mas existe uma infinidade de pratos e bebidas ás quais podem adicionar as benditas sementes, como por exemplo, a batidos, saladas, sopa, bolos, biscoitos, pão, massa, etc.

 

Como podem perceber estas sementes são ótimas para o funcionamento do nosso organismo e ainda ajudam a emagrecer de maneira saudável. Acho que não podia haver melhor! Aconselho a experimentarem! ;D

 

Podem encontrar á venda nos supermercados ou mesmo em lojas dedicadas a produtos de dieta/vegan como o Celeiro.

 

Preço: á volta de 3/4€ por 150g no Minipreço

 

 

publicado às 15:30

A mais fácil receita do sumo verde detox

por Essência Rosa, em 17.02.14

 

Provavelmente já deram conta de que anda por aí uma febre dos sumos/batidos/sucos verdes! Esta febre começou porque com estes sumos é possível ter uma pele mais limpa e jovem, melhorar a disposição, repor os nutrientes do organismo, desintoxicar o corpo e emagrecer, tudo num só sumo! UAU!

 

O truque nos sumos verdes é que... não há truque!

 

 

 

Basicamente este batido tem como base aqueles vegetais de cor verde que não gostamos de comer no dia-a-dia mas que fazem bem à saúde (espinafres, pepino, couve, aipo, alface, etc.). Este batido é uma ótima maneira de os implementar no nosso dia-a-dia e de os ingerir sem ter de sentir aquele gosto desagradável!

 

 

Isto porque estes vegetais são depois combinados com.... FRUTA! O que dá doçura ao sumo e faz com que não se sinta o gosto aos vegetais! Podem ser juntados ao sumo: morangos, maçã, banana, kiwi, basicamente o que quiserem! A coisa boa deste sumo é que é adaptável, ou seja cada um faz o seu sumo à sua maneira. 

 

 

 

No final há quem goste de acrescentar aqueles componentes "xpto" para emagrecer, tal como a spirulina, sementes de linhaça ou abóbora, etc. Assim, este sumo acaba por ser uma maneira fácil de integrar estes componentes no nosso dia-a-dia sem grandes trabalhos. ;)

 

 

 

 

O resultado é um sumo de cor verde super saudável e ótimo para complementar a nossa alimentação no dia-a-dia!

 

 

Existem milhentas receitas diferentes na internet, é só procurar por uma que se adeque a vocês. No entanto partilho aqui a minha receita super rápida e fácil! 

Para quem já andava de olho nestes sumos, já não há mais desculpas! Fica aqui uma receita do sumo verde com ingredientes que temos ao nosso dispor no dia-a-dia no frigorífico!

 

Receita:

 

-um punhado de espinafres

-três folhas de couve coração

-1 banana

-1 maçã com casca

-água q.b.

 

Bater tudo muito bem dentro de um copo e manter no frigorífico, para ser bebido bem fresquinho.

 

 

 

Claro que podia ter utilizado mais ingredientes, mas como já referi acima, quis partilhar uma receita que fosse fácil e rápida de realizar com aquilo que temos em casa no nosso dia-a-dia (para não terem de ir a correr ao supermercado!).

 

Gosto de o beber em jejum de manhã.

Espero que tenham gostado! Beijo ;-*

 

 

 

publicado às 15:30

S.O.S. Unhas!

por Essência Rosa, em 19.05.13

Por vezes as nossas unhas ficam amareladas, ou lascadas, acusando-nos de maus tratos sobre elas. Nós ficamos logo preocupadas, mas não percebemos de que se trata?! Como as nossas unhas ainda não sabem falar, ;) fica aqui uma "enciclopédia" sobre a variedade de problemas que podem existir nas unhas. Já tenho estes esquemas há algum tempo e decidi agora partilhar convosco. Espero que vos ajude, como a mim me tem ajudado! 

 

 

publicado às 14:43

Como baixar o colesterol?

por Essência Rosa, em 18.04.13

 

O colesterol é uma substância gordurosa, esbranquiçada e sem odor que faz dores de cabeça a muitos portugueses. Existem dois tipos principais de colesterol: o LDL (o mau colesterol) e o HDL (o bom colesterol). O colesterol é necessário para algumas funções do organismo em pequenas quantidades, no entanto quando em excesso, provoca problemas.

 

O mau colesterol é provocado por:

-alimentos gordurosos como frituras

-lacticínios de bovinos e derivados

-carnes vermelhas e produtos dessa família

-utilização de óleo na confecção da comida

-molhos e cremes pré-feitos

 

Portanto para tentar controlar o colesterol é necessário evitar este tipo de alimentos. O exercício contribui também para baixar os níveis de LDL e elevar os de HDL.

 

 

Remédios naturais para baixar o colesterol:

 

-Chá preto

 

O chá preto é um ótimo remédio natural que ajuda a baixar o colesterol alto. A indicação é beber 3 chícaras de chá preto por dia, com uma alimentação equilibrada. A cafeína presente no chá preto auxilia no combate às placas de gorduras e têm um efeito protetor em relação ao colesterol, melhorando a passagem do sangue pelas artérias.

 

 

-Alcachofra

 

Um excelente remédio caseiro para baixar o colesterol alto é a alcachofra. A alcachofra é uma planta considerada protetora do fígado e possui um grande poder no combate do colesterol. Siga esta receita:

 

Cozinhar 2 alcachofras (flores e folhas) em 1250ml de água quando levantar fervura aguarde aproximadamente 7 minutos e desligue o fogo. Tome o caldo desta cozedura durante todo dia. Esse procedimento deve ser repetido 3 vezes por semana.

Existem pessoas que já nascem com predisposição genética a produzir mais colesterol do que o organismo necessita. Nesses casos, só a dieta não surte o efeito desejado. É preciso recorrer à medicação. Esta medicação deve ser falada com o médico para obter qual a mais indicada para o seu caso. Existem também suplementos naturais que baixam o colesterol e que podem ser utilizados livremente, no entanto aconselho falarem deles ao vosso médico. 

A marca Solgar existe em Portugal em várias lojas dietéticas e é uma marca reconhecida mundialmente que eu aconselho. Lá poderão-se informar dos vários suplementos alimentares para baixar o colesterol.

 

publicado às 16:08

10 alimentos para combater a celulite

por Essência Rosa, em 17.04.13

 

 

1 – Soja: por ajudar no equilíbrio hormonal do nosso corpo, evita o aparecimento da celulite.

2 – Frutas vermelhas: fortalecem os vasos sanguíneos e alteram a produção de insulina.

3 – Semente de linhaça: rica em ômega 3, tem ação anti-inflamatória.

4 – Lima da pérsia: desintoxica o organismo e limpa o sistema linfático.

5 – Frutas cítricas: eliminam as toxinas e reduzem o volume das células.

6 – Proteína de boa qualidade: evita que o corpo busque energia nos músculos, deixando-os flácidos.  

7 – Chá de centella: melhora a circulação e auxilia a hidratação.

8 – Maçã: rica em fibras que neutralizam as toxinas no corpo.

9 - Arroz integral: rico em fibras, vitaminas do complexo B e minerais que favorecem a digestão do açúcar e o funcionamento do intestino.

10 - Aveia: rica em silício, reorganiza as fibras de sustentação da pele e previne a formação dos furinhos.

 

 

 

In suadieta.com.br

publicado às 14:05


Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D