Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Na última sexta-feira fui ao espaço Caldarium Spa na Avenida da Boavista para realizar uma limpeza de pele e uma avaliação 3D da pele. Sim, leram bem, uma avaliação de pele 3D!

 

Cada vez mais a tecnologia aposta na área da beleza e são cada vez mais as tecnologias que são capazes de nos surpreender neste campo. Desta vez tive a oportunidade de experimentar fazer uma avaliação de pele 3D com o auxílio de uma máquina designada por 3D Skin Analyzer.

 

A 3D Skin Analyzer efetua um scan à pele do rosto tendo em conta as camadas da pele, epiderme e derme. Através desse scan ela analisa as manchas da pele, marcas de acne, manchas UV, nível de desidratação, nível de porosidade, nível de hidratação e porfirinas, assim como a idade real da pele. 

 

A máquina era semelhante à que eu aqui mostro abaixo:a-one-lite-face-skin-analyzer-facial-monitor.jpg

http://image.dhgate.com/albu_260711826_00-1.0x0/a-one-lite-face-skin-analyzer-facial-monitor.jpg

 

A realização deste diagnóstico é muito fácil e nada doloroso, basta assentar o queixo numa plaquinha de plástico que se encontra dentro da máquina e fechar os olhos. A sensação é de quem tira uma fotografia pois sente-se um flash. Posteriormente um programa num computador lê a imagem e dá os resultados da análise facial.

 

Querem saber qual foi o resultado? ;) Aposto que estão mortinhas!

 

IMG_2758.JPG

De acordo com o gráfico acima, a minha pele do rosto apresenta 40% de manchas, 47% de poros, 58% de aspereza, 25% de rugas, 23% de acne, 40% de manchas devido ao sol e 54% de humidade (em 100% de cada um dos componentes). A máquina também indicou que a minha pele tem uma idade de 23 anos, o que é muito bom, visto que eu tenho 25 anos.

 

De acordo com a técnica eu devo começar realmente a apostar num anti-rugas (podem ver aqui os produtos que comecei a utilizar recentemente), uma vez que se começa a notar na minha pele as rugas. Indicou-me também para não me desleixar no protetor solar que é algo que muitas vezes descuro durante o outono e o inverno e para utilizar um hidratante mais rico, porque a minha pele está a necessitar de mais humidade.

 

No final estive a falar com a técnica sobre a cuperose, pois eu possuo alguma vermelhidão que eventualmente se poderá tornar em cuperose. Ela aconselhou-me que devia tratar a vermelhidão com cremes indicados para essa condição em vez de cremes hidratantes normais.

 

Eu achei esta experiência bem enriquecedora do meu ponto de vista uma vez que tive a oportunidade de perceber o que está realmente a fazer falta no meu rosto e como posso melhorá-lo, bem como pude verificar em como necessito de começar já com a minha idade a apostar num anti-rugas.

 

 

publicado às 15:30

Anti-rugas || Quando se deve começar a usar?

por Essência Rosa, em 06.03.15

images.jpg

Uma das grandes dúvidas na rotina de beleza de uma mulher é com que idade se deve começar a utilizar um anti-rugas e por isso decidi escrever este post, de maneira a pôr fim a essas questões.

  

As rugas podem surgir mais cedo ou mais tarde na vida, pois o surgimento das mesmas varia de mulher para mulher através de fatores como a genética, a cor da pele, o tipo de pele, a exposição solar, a alimentação, etc. As rugas ténues são decorrentes da contração muscular facial repetida ao longo dos anos, e aparecem nas áreas mais sensíveis do rosto, como ao redor dos olhos e na testa. Já as rugas profundas podem ter motivos intrínsecos ou extrínsecos. No processo natural do envelhecimento da pele aparecem as intrínsecas e as extrínsecas surgem devido a motivos externos, como excesso de exposição solar e stress.

 

As linhas de expressão e as rugas começam a notar-se tenuemente no rosto feminino a partir dos 25 anos, aparecendo na região dos olhos e da testa, e mais tarde, ao redor da boca. No entanto não se deve tomar esta idade como a idade-chave para começar a utilizar um creme anti-rugas, porque cada pele é diferente e cada pele é um caso particular. Se não existem rugas ou sinais de envelhecimento no rosto, não vale a pena usar creme anti-rugas, uma vez que este não terá efeito sobre a pele. 

 

É preciso ter em mente que existem peles fantásticas que não exigem muitos cuidados e existem peles que desde muito cedo requerem um tratamento especial. É também por este motivo que muitas marcas de cosmética não indicam uma idade ideal nos seus produtos e preferem antes falar das necessidades da pele.

 

Se existe realmente uma intenção de compra de um anti-rugas, convém não esquecer de ter em atenção o tipo de anti-rugas. Se o anti-rugas for formulado para peles mais envelhecidas, poderá conter óleos na sua composição que provocam acne em peles mais jovens. O ideal é pedir a opinião a um dermatologista.

   

Resumindo e concluindo, não existe uma lei universal para a idade de começar a utilizar cremes anti-rugas, é tal como o começar a utilizar um qualquer outro creme de tratamento, não tem um início marcado, é conforme o que cada um se sentir mais confortável.

 

Se se possui uma pele seca, desidratada e observam-se ainda algumas rugas, aí eu recomendaria começar a utilizar um anti-rugas qualquer que seja a idade em causa, pois independentemente da idade, ao usar um anti-rugas estamos a retardar o processo de envelhecimento e a tratar as rugas. 

 

 imagem retirada de http://dxline.info/diseases/wrinkles

 

 

publicado às 16:30

 

A Skin Deep é uma organização cujo objetivo passa por informar a população sobre os malefícios dos ingredientes dos cosméticos, tanto na nossa saúde, como no ambiente. A sua base de dados online conta já com a descrição detalhada de mais de 69,000 produtos e mais de 2,000 marcas. Os produtos pesquisáveis pertencem a uma gama variada de produtos, como produtos de maquilhagem, produtos para o sol, unhas, dentes, cabelo, grávidas, homens, etc.

 

Através do seu website (aqui), é possível rapidamente perceber qual o nível de malefício de cada produto para o ser humano, uma vez que basta escrever o nome do cosmético, para automaticamente aparecer o grau de perigosidade desse produto (de 0 a 10). 

 

O seu website permite ainda explorar quais os ingredientes que cada produto contém, assim como obter o valor de malefício que cada ingrediente possui para o corpo humano. 

 

Em baixo dou-vos um exemplo de um creme (o Dramatically Different Moisturizing Lotion da Clinique) que eu pesquisei:

 

Para este creme podemos perceber pela avaliação feita acima, que ele possui um ingrediente com elevada toxicidade que é o Propylparaben (ou propilparabeno em português), no entanto os restantes ingredientes são de baixo grau de perigosidade, o que lhe confere um grau geral de perigosidade 5.

 

Para além da sua página Web (aqui), a Skin Deep possui também uma aplicação para iOS e Android (aqui), na qual podem ter acesso às informações do website, e ainda ter acesso às informações do produto que estão a pensar comprar, na hora, através do código de barras. 

 

Apesar da legislação europeia para a indústria da cosmética ter melhorado com os anos, creio que é sempre bom termos uma ferramenta como esta à nossa disposição, permitindo-nos a nós, consumidores, perceber o que estamos a comprar e a colocar no nosso corpo. ;)

 

publicado às 16:10

Panquecas da Inês Mocho/Fernandes | Receita

por Essência Rosa, em 25.06.14

 

Já não é novidade para quem me segue pelo Instagram, Facebook até mesmo no Twitter, que ando super viciada em panquecas de aveia. Hoje é o dia em que partilho esta experiência com vocês, e claro, a receita ;D

 

Tudo começou quando vi as lindas imagens de panquecas que a maravilhosa blogger Inês Mocho coloca no seu Instagram (por isso é que nomeei este post  Panquecas da Inês Mocho/Fernandes, já que eu também sou Inês só que Fernandes). As lindas imagens puseram-me de água na boca e quis experimentar! Nunca fui amante de panquecas, acho que nunca fiz panquecas em casa, apenas as comi em hotéis e nunca fui grande apreciadora, mas o facto de levarem um dos meus ingredientes favoritos, a canela, convenceu-me.

 

Ao preparar pela primeira vez a receita, torci o nariz, achei que eu não ia gostar daquela misturada toda de ingredientes, o aspeto da mistura era um castanho horroroso. No entanto o resultado final é realmente divino! A explosão de sabores entre a banana, a canela e o mel, renderam-me perante estas deliciosas panquecas que para além de nutritivas, são também muito saudáveis pois não possuem farinha, nem manteiga, nem açúcar na sua composição.   

 

Receita para quatro panquecas:

 

-1 banana (de preferência muito madura, para a textura da panqueca ficar bem suave e o sabor bem docinho)

-1 ovo inteiro

-1 colher de sopa de aveia

-canela q.b.

 

Colocar tudo num recipiente e passar pela varinha mágica. O aspeto final da massa é algo grumoso e castanho, como a imagem abaixo (não se assustem com o aspeto!).

 

 

Depois é só passar cerca de 1/4 da massa por uma frigideira. Um truque extremamente importante aqui, é usar um guardanapo de papel embebido num pouco de azeite e passá-lo sobre o fundo da frigideira antes e depois de cada panqueca. Isto vai ajudar a que não colem ao fundo e seja mais fácil de as retirar sem as quebrar.

 

Para quem goste de adicionar "extras" á panqueca, como sementes de chia, amêndoas, nozes, etc, o que eu faço é polvilhar a massa com elas, assim que a coloco na frigideira. Deste modo, a massa da panqueca que guardo posteriormente no frigorífico não fica alterada e dura mais tempo, e tenho a possibilidade de fazer combinações de sabores das panquecas na hora, de acordo com o que mais me apetece nesse dia. 

 

O lume convém estar brando para não queimar a panqueca e tenham em atenção que as panquecas ficam pretinhas muito rapidamente. Apesar deste facto, uma das vantagens desta panqueca é que mesmo quando um pouco queimada, não sabe a queimado! ;D 

 

 

Depois de cozinhadas é só finalizar colocando mel, fruta e canela a gosto. Eu costumo usar um mel natural de urze-queiró do Marão, o que é portanto um tipo de mel bastante grosso e por vezes torna-se difícil colocá-lo nas panquecas, mas eu acho que pelo sabor compensa. Vocês podem muito bem utilizar o mel que preferirem.

Há quem ainda goste de colocar fruta pelo meio das panquecas e no topo, de maneira a fazer das panquecas uma refeição bem recheada, mas eu prefiro colocar apenas no topo. ;D Deixo-vos então com as minhas fotografias do Instagram.

 

 

 

Gosto muito de fazer estas panquecas para o pequeno-almoço, ou mesmo como complemento ou sobremesa ao almoço/jantar. Como vivo sozinha por vezes fica difícil cozinhar apenas para uma pessoa, e estas panquecas vieram facilitar a minha vida. Faz-se rápido e fica sempre bem! Agora até costumo fazer a massa em duplicado e dá-me para toda a semana. Este tipo de receita é super leve para o verão e o melhor de tudo é que é super saudável e portanto posso comer sem culpa! ;)

 

 

publicado às 15:30

Com Acetona Vs. Sem Acetona

por Essência Rosa, em 19.06.14
Hoje o post trata das diferenças entre um removedor de verniz com e sem acetona. Tenham em atenção que este post já era para ter saído há muiiiiiito tempo preguicite aguda ... hehe ;) 
As minhas unhas sempre foram bastante fortes e saudáveis naturalmente, ou seja, são deste modo sem que eu faça qualquer esforço para que sejam assim, e por isso nunca senti necessidade de usar um tira-verniz sem acetona.
No entanto, a partir do momento em que soube que a acetona fazia mal ás unhas, optei por experimentar removedores de vernizes sem acetona, para aperceber-me se as unhas ficariam realmente mais saudáveis. Comprei o tira-verniz da Sephora e quando acabou, comprei o da Risqué para comprovar se aquilo que eu achava seria da marca ou não. Após isto, voltei para o meu antigo removedor de verniz com acetona, o Express da Maybelline, o qual realmente tirou-me as dúvidas sobre aquilo que eu achava dos removedores de verniz anteriores.
O meu resultado foi que este tipo de produtos sem acetona demora muito mais a retirar o verniz, é preciso mais esforço e paciência para remover o verniz e não sinto que as unhas fiquem de todo mais saudáveis ou que a pele em volta fique mais hidratada. A verdade é que ao retirar o verniz com removedor sem acetona, a unha acaba por ficar temporariamente baça e seca, tal como acontecia quando usava um outro produto com acetona. Até tentei ver as diferenças entre as unhas, retirando o verniz numas com acetona, e noutras com o outro produto e nada, não vi diferenças nenhumas.
A minha pergunta é, isto do removedor de verniz sem acetona é tudo chachada, ou sou eu que ando a usar marcas foleiras? Digam-me faz favor!
Adorava encontrar um removedor de verniz sem acetona que removesse o verniz com a mesma eficácia que um com acetona e que realmente deixasse as unhas saudáveis. Alguém tem dicas?

publicado às 15:30

Como eliminar as rugas do decote?

por Essência Rosa, em 26.02.14

 

Geralmente fala-se muito de rugas no rosto, na zona dos olhos, na zona do pescoço, mas.... e na zona do decote?

 

A zona do decote é uma zona sensível que principalmente devido ao avançar da idade começa a desenvolver umas ruguinhas pouco atraentes na zona entre os peitos, que dizem logo a nossa idade sem cerimónias. Estas rugas aparecem sobretudo em pessoas que dormem de lado, pois esta posição faz com que o peito seja puxado para baixo devido á gravidade. Agora imaginem isto durante anos a fio, todos os dias, como é o caso de muitas de nós! 

 

Estes vincos aparecem também em pessoas mais jovens quando a pele se encontra mais seca, e/ou ao dormir de lado toda a noite (isto acontece-me bastante no verão porque a pele está mais seca). Outros fatores que promovem a presença destes vincos, são o tabaco e a exposição solar. 

 

 

Eu sempre pensei que a única solução que existia para este problema, era hidratação, hidratação e hidratação, mas pelos vistos estava enganada. A hidratação ajuda bastante (convém ter este ponto sempre em conta!!! a hidratação é muito importante!), mas pelos vistos existe já que tenha pensado neste problema mais a fundo. Numa das minhas pesquisas na internet encontrei um produto que me levou a escrever este post.

 

 

Este é o Intimia Pillow Bra (sutien-almofada), é feito de fibras hipoalergénicas e foi desenhado especificamente para o suporte do peito e correção das rugas na zona do decote enquando se dorme confortavelmente. Pessoalmente não vejo como se poderá dormir confortavelmente com isto posto, mas pronto, talvez seja só o aspeto que assusta á primeira vista. Esta "almofada" foi recomendada pelo Dr. Oz, o que sempre dá uma boa conotação á coisa ;)

 

 

 

Vocês sabiam que isto existia? É que eu não! E apesar da aparência super esquisita e de parecer super desconfortável, gostava de um dia vir a experimentar esta almofada, só porque gosto de experimentar coisas novas e caso eliminasse as ruguinhas que me aparecem no verão agradecia! E vocês? Eram capazes de usar?

 

Para quem estiver interessada pode saber mais aqui.

 

 

publicado às 15:15

A mais fácil receita do sumo verde detox

por Essência Rosa, em 17.02.14

 

Provavelmente já deram conta de que anda por aí uma febre dos sumos/batidos/sucos verdes! Esta febre começou porque com estes sumos é possível ter uma pele mais limpa e jovem, melhorar a disposição, repor os nutrientes do organismo, desintoxicar o corpo e emagrecer, tudo num só sumo! UAU!

 

O truque nos sumos verdes é que... não há truque!

 

 

 

Basicamente este batido tem como base aqueles vegetais de cor verde que não gostamos de comer no dia-a-dia mas que fazem bem à saúde (espinafres, pepino, couve, aipo, alface, etc.). Este batido é uma ótima maneira de os implementar no nosso dia-a-dia e de os ingerir sem ter de sentir aquele gosto desagradável!

 

 

Isto porque estes vegetais são depois combinados com.... FRUTA! O que dá doçura ao sumo e faz com que não se sinta o gosto aos vegetais! Podem ser juntados ao sumo: morangos, maçã, banana, kiwi, basicamente o que quiserem! A coisa boa deste sumo é que é adaptável, ou seja cada um faz o seu sumo à sua maneira. 

 

 

 

No final há quem goste de acrescentar aqueles componentes "xpto" para emagrecer, tal como a spirulina, sementes de linhaça ou abóbora, etc. Assim, este sumo acaba por ser uma maneira fácil de integrar estes componentes no nosso dia-a-dia sem grandes trabalhos. ;)

 

 

 

 

O resultado é um sumo de cor verde super saudável e ótimo para complementar a nossa alimentação no dia-a-dia!

 

 

Existem milhentas receitas diferentes na internet, é só procurar por uma que se adeque a vocês. No entanto partilho aqui a minha receita super rápida e fácil! 

Para quem já andava de olho nestes sumos, já não há mais desculpas! Fica aqui uma receita do sumo verde com ingredientes que temos ao nosso dispor no dia-a-dia no frigorífico!

 

Receita:

 

-um punhado de espinafres

-três folhas de couve coração

-1 banana

-1 maçã com casca

-água q.b.

 

Bater tudo muito bem dentro de um copo e manter no frigorífico, para ser bebido bem fresquinho.

 

 

 

Claro que podia ter utilizado mais ingredientes, mas como já referi acima, quis partilhar uma receita que fosse fácil e rápida de realizar com aquilo que temos em casa no nosso dia-a-dia (para não terem de ir a correr ao supermercado!).

 

Gosto de o beber em jejum de manhã.

Espero que tenham gostado! Beijo ;-*

 

 

 

publicado às 15:30

Cabelo estragado?

por Essência Rosa, em 21.11.13

Agora que o frio já se instalou, começámos a usar cada vez mais o secador, assim como outros instrumentos de styling do cabelo, como as placas de alisar, ferros de encaracolar, etc.

No entanto se utilizarmos estes aparelhos que nos são tão queridos no dia-a-dia, sem qualquer proteção no cabelo, em vez de obtermos um cabelo perfeito e saudável, iremos acabar com um cabelo cada vez mais estragado, seco e com pontas estragadas.

 

Para proteger o cabelo dos estragos que o calor faz, devemos aplicar sempre (sempre mesmo!! não é só quando o rei faz anos ;) ), um spray ou uma loção protetora de calor antes de utilizar qualquer instrumento de styling.

 

Podem encontrar diversos tipos de protetores de cabelo a preços acessíveis em qualquer supermercado ou loja de produtos de cabelo.

 

No dia-a-dia, como vocês sabem pelos meus vídeos no YouTube, eu utilizo o protetor de calor da Pantene Pro-V para cabelo fino e tenho adorado este produto. Mas cada cabelo é diferente e vocês têm de encontrar o ideal para vocês.

 

Deixo aqui alguns:

 

 

(da esquerda para a direita) 

Tressemé 6,95€

L'óreal 9,99€

Pantene Pro-V cabelo fino 3,99€

Syoss 5,15€

publicado às 15:30

Castanhas engordam?

por Essência Rosa, em 20.11.13

 

As castanhas assadas são o fruto de eleição desta estação e recordam-me sempre os meus tempos de infância, quando ia pela Rua Sta. Catarina acima e era presença habitual 3 ou 4 vendedores de castanhas envoltos numa neblina de fumo. :)

 

Apesar do seu ótimo sabor as castanhas encontram-se dentro do grupo alimentar dos hidratos de carbono, portanto daí vem a dúvida "Será que as castanhas fazem engordar?"


As castanhas apesar de apresentarem elevadas calorias (185Kcal por cada 100g), são as que possuem menos teor em gordura dentro do grupo dos frutos secos. Este fruto é extremamente nutritivo contendo vitamina C, E, B1, B6 e B9 (ácido fólico), e também sais minerais como o magnésio e o potássio.


Apesar de toda a sua riqueza nutritiva, é necessário ter sempre em conta, que a castanha não deixa de ser um hidrato de carbono e por isso deve ser consumida com moderação, ou seja, um consumo moderado de castanhas (10 a 12 castanhas) permitem manter a linha! 

 

Informação de Deco Proteste

publicado às 16:30

Evite o leite pela sua saúde?!

por Essência Rosa, em 06.11.13

 

Hoje trago-vos um tema fora do normal. O tema em questão é se o leite é ou não prejudicial para a nossa saúde. Passei por um artigo onde falavam disso e resolvi partilhar aqui. Podem ver aqui o artigo.

 

Na verdade este tema tem tudo a ver com beleza, uma vez que, entre outras coisas, o leite poderá provocar obesidade e acne (será que o meu acne que nunca mais se vai embora, virá daí??!).

 

O que é que vocês acham? Devemos retirar o leite da nossa alimentação?

 

Eu adoro tomar leite com cereais pela manhã e portanto custa-me bastante ter de eliminar este amigo/inimigo da minha dieta.

Uma vez experimentei não beber leite por 2 meses e fiquei logo com as unhas super fracas e quebradiças devido à falta de cálcio. Tentei comer mais iogurtes por dia, mas não funcionou, portanto pelo bem das minhas unhas voltei ao leite.

 

Já tiveram alguma experiência assim? O que aconteceu?

Podem-me dar conselhos?

publicado às 16:40


Mais sobre mim

foto do autor




Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D